Quais são os tipos de dilatadores vaginais mais indicados para o tratamento do vaginismo e disfunções semelhantes?

Quais são os tipos de dilatadores vaginais mais indicados para o tratamento do vaginismo e disfunções semelhantes?

 

Vários fatores ajudam a determinar a eficácia de dilatadores no tratamento do vaginismo.

Ao escolher um conjunto de dilatadores vaginais para tratar o vaginismo, a mulher geralmente fica perplexa sobre quais requisitos são necessários. Os conjuntos de dilatadores que estão disponíveis através deste website foram criados para máxima eficácia para o tratamento do vaginismo e outras disfunções vaginais semelhantes (consulte o seu médico para recomendações individualizadas). Entre os fatores mais importantes em determinar a eficácia estão:

 

Uma Variedade Apropriada De Tamanhos

Os dilatadores que são muito grandes, muito pequenos, têm diferenças grandes entre tamanhos que dificulta a transição ou simplesmente não têm uma variedade ampla de tamanhos, podem dificultar desnecessariamente o tratamento do vaginismo. Teoricamente, os conjuntos de dilatadores devem incluir dilatadores que começam com um diâmetro não maior do que 19 mm e que crescem gradualmente até chegar no tamanho de um pênis ereto totalmente, cerca de 35 mm de diâmetro. O comprimento deve ser um mínimo de 76 mm para poder penetrar o músculo pubococcígeo (PC) ao redor da vagina. Um conjunto deve variar em comprimento de pelo menos 152 mm até aproximadamente o comprimento de um pênis ereto ou para ter utilidade terapêutica aos tecidos da parede vaginal mais profundos onde outras disfunções estão sendo trabalhadas. A mulher que tenta fazer a transição diretamente para os dilatadores vaginais do tamanho de um pênis (ou às vezes um vibrador ou um pênis artificial), geralmente fica muito frustrada, especialmente quando um bom programa não é seguido, o qual ensinaria controle do músculo pélvico.

 

O Formato Do Dilatador

Uma ponta inclinada naturalmente é muito útil para que possa haver uma inserção confortável. Além disso, um cano levemente afunilado ajuda a mulher a fazer uma transição mais fácil de um tamanho ao outro.

 

A Textura Da Superfície

Uma textura bem lisa facilita a inserção fácil dos dilatadores sem que eles se prendam ou grudem. Um produto sem costuras, borda de linhas ou rebarbas também ajuda a garantir que não haverá nenhuma irritação vaginal interna.

 

Alças

As alças dos dilatadores ajudam as mulheres a ter maior controle fino sobre o processo de inserção (controle mais fácil sobre o ângulo e a profundidade exata) e também ajudam com a higiene – mantendo as mãos longe da ponta de inserção e mantendo o lubrificante sem contato com as mãos.

Observe que, sem um programa eficaz, os dilatadores têm pouca utilidade no tratamento do vaginismo. O uso correto dos dilatadores vaginais é essencial para bons resultados do tratamento. Quando acompanhados com um programa completo para realizar as outras etapas necessárias para o sucesso do tratamento, os dilatadores são uma ferramenta útil em retreinar o corpo. Quando usados de maneira eficaz, eles ajudam com os exercícios do tratamento que visam eliminar as dificuldades de penetração vaginal e tornar a transição mais fácil para o intercurso sexual sem dor.


 

Veja Também

Pin It on Pinterest

Share This