Eu não consigo ter orgasmos. Isso pode estar relacionado ao vaginismo?

Eu não consigo ter orgasmos. Isso pode estar relacionado ao vaginismo?

 

O vaginismo pode impedir o orgasmo em alguns casos.

A relação sexual não é necessária para atingir o orgasmo. O importante para a maioria dos orgasmos das mulheres é a estimulação do clitóris. No entanto, para algumas mulheres com vaginismo, o processo de excitação é interrompido quando a tentativa de relação sexual se torna dolorosa ou desconfortável. Se o corpo de uma mulher reage à estimulação desencadeando a resposta do vaginismo, o assoalho pélvico contraído pode abruptamente terminar o processo de excitação.

O vaginismo pode interromper o processo de excitação, bloqueando a relação sexual com penetração ou causando dor durante a inserção ou a penetração. A capacidade de atingir o orgasmo manualmente também pode ser interrompida. Além disso, quaisquer problemas emocionais que contribuam para a resposta do vaginismo podem prejudicar a capacidade de uma mulher de relaxar e permitir que o ciclo de excitação continue até o orgasmo. Por exemplo, algumas mulheres têm ansiedades relacionadas com a nudez ou sentem-se vulneráveis, e isso pode prejudicar a capacidade de se excitar ao ponto do orgasmo. Note-se que dificuldades com o orgasmo não são universais. Muitas mulheres com vaginismo não têm dificuldade em atingir o orgasmo.

 

Encontrar Soluções Para Atingir O Orgasmo

É bom ter uma abordagem sistemática para os problemas com o orgasmo, uma vez que existem muitos motivos pelos quais a dificuldade em atingir o orgasmo poderia estar ocorrendo. As mulheres devem tentar determinar a natureza da dificuldade com o orgasmo, se está relacionado com alguma emoção, ansiedade, dor física ou uso de medicamentos. O inventário histórico sexual de autoajuda na Etapa 2 do programa para superar o vaginismo pode ser útil para identificar medos sexuais específicos ou emoções que poderiam estar contribuindo para o problema.

A maioria das mulheres com vaginismo (independentemente se a penetração é possível) ainda consegue orgasmos manuais ou sem penetração, ao mesmo tempo que elas continuam a tentar superar o vaginismo. Mais tarde, quando a relação sexual sem dor se torna uma realidade, o tempo de transição para a prática e a experimentação pode ser necessário para atingir a relação sexual acompanhada com o orgasmo. Quando a relação sexual sem dor começa, algumas mulheres podem preferir continuar a ter orgasmos durante outras fases do ato sexual, separados de relações sexuais com penetração. Nem todas as mulheres conseguem ter orgasmos durante a relação sexual, mesmo quando o vaginismo não está presente—cerca de um terço das mulheres tem orgasmo rotineiramente durante a relação sexual.

 

Criar intimidade através do prazer

E por fim, se o problema não está relacionado com o vaginismo, sugere-se que os casais leiam sobre o assunto para aprender as melhores técnicas de fazer amor. Há muitos livros sobre sexo e intimidade que discutem questões de orgasmo e métodos para ajudar a atingir o orgasmo.

Para mais informações sobre questões relacionadas com o orgasmo feminino, consulte o artigo “Mitos e Fatos sobre o Orgasmo Feminino” no site www.sogc.org.

 


 

Veja Também

Pin It on Pinterest

Share This