O que os homens podem fazer para ajudar suas mulheres no processo de superação do vaginismo?

O que os homens podem fazer para ajudar suas mulheres no processo de superação do vaginismo?

 

Os homens podem ajudar suas mulheres de diversas maneiras durante o processo de superação do vaginismo.

Quando o vaginismo afeta um casal, os homens geralmente se sentem impotentes, pensando “O que posso fazer em relação a isso? O problema é com ela.” No entanto, o vaginismo não é só um problema da mulher—é um problema do casal. A verdade é que existem diversas coisas que os homens podem fazer para ajudar. Ao tomar conhecimento sobre as dinâmicas do vaginismo e oferecer apoio emocional às mulheres, os homens podem ajudá-las a serem mais positivas e prosseguirem com o tratamento mais rapidamente. O vaginismo pode ser difícil de enfrentar, mas não é um problema sem solução. Quando a disfunção é diagnosticada e o tratamento começa, o sucesso é o resultado mais provável. Algumas das maneiras que os homem podem ajudar são:

 

Dar Apoio

Um relacionamento afetuoso e encorajante com base em incentivo e respeito mútuo oferece um cenário excelente para uma mulher trabalhar o problema através do programa. Pode ser difícil fisica e emocionalmente para as mulheres fazerem algumas das etapas sozinhas. Quando os homens incentivam e apóiam suas mulheres, isso lhes permite centrarem-se no programa ao invés de em preocupações imediatas do relacionamento. O apoio pode ser essencial para o sucesso da mulher. Os homens devem pensar em perguntar às suas mulheres como elas gostariam que eles se envolvessem com o programa. Ao participar e ajudar com o tratamento, os homens têm a oportunidade de fazerem parte de algo que os aproxima como casal. É uma ótima oportunidade e sensação fazer parte do processo de cura de uma outra pessoa, especialmente quando essa outra pessoa é alguém bem especial ao homem.

 

Acompanhar As Etapas

Os homens podem ajudar suas mulheres acompanhando-as em cada etapa do programa. Ler as etapas juntos ajuda os homens a entenderem totalmente os mecanismos do tratamento e onde suas mulheres estão emocional e fisicamente. Ajudar suas mulheres a trabalharem as áreas de medo e confusão aumenta os laços de confiança porque os casais passam a se conhecerem de maneiras mais íntimas e além do intercurso sexual. Quando os homens se instruem sobre o vaginismo, eles podem conversar com suas mulheres de maneira bem informada e racional. Os homens podem ajudam suas mulheres a permanecerem motivadas, centradas e a seguirem com o tratamento trabalhando as dificuldades emocionais, o estresse e os sentimentos de fracasso. A participação de maneira bem informada e disposta nos exercícios que os envolvem diretamente também ajuda a facilitar a transição de intercurso sexual doloroso ou problemas com a penetração.

 

Comemorar O Sucesso

O que pode parecer um pequeno passo para os homens pode ser uma enorme vitória para as mulheres que estão passando pelo processo de tratamento do vaginismo. Pequenos presentes como, por exemplo, jantar fora, comprar um pequeno presente, escrever um bilhete de parabéns ou fazer uma massagem, etc. podem ajudar a incentivar as mulheres durante o processo. Comemorar e fazer de cada vitória algo especial ajudará as mulheres a verem o processo como recompensador. Quando os homens mostram interesse e têm uma atitude positiva sobre o andamento do processo, isso ajuda as mulheres a permanecerem motivadas para continuar com o tratamento.

 

Permanecer Positivo E Paciente

Visto que os homens geralmente aguardam ansiosamente que suas mulheres progridam rapidamente pelas etapas, há uma tendência de projetar pressão e negatividade, as quais podem influenciar nos sentimentos de estresse e de fracasso das mulheres. Os homens devem permanecer positivos e pacientes na atitude deles, mantendo uma visão esperançosa e equilibrada. Ser forte e estável durante os períodos onde as mulheres se sentem fracas ou vulneráveis cria um ambiente seguro que ajuda as mulheres a se sentirem mais confiantes e esperançosas.

 

Continuar Com A Intimidade

Pedimos aos casais que continuem a compartilhar um estilo de vida íntimo, mesmo se o intercurso sexual ainda não for possível (observe que durante as etapas iniciais do programa, não se deve tentar o intercurso sexual). A resistência completa de contato sexual geralmente aumenta os problemas de relacionamento e piora os problemas. Sem contato físico, os sentimentos de medo, culpa, vergonha ou rejeição tendem a acumular. Os homens podem tentar alimentar uma vida sexual contínua e viável, temporariamente sem intercurso sexual, procurando maneiras alternativas de dar e aceitar prazer de suas mulheres. Um dos aspectos positivos do vaginismo para casais é aprender a dar e a receber prazer em maneiras que eles não haviam pensado anteriormente. O toque corporal sensual e a estimulação manual podem reduzir a tensão e formar laços de confiança. Durante as etapas iniciais do tratamento, é melhor tirar a pressão de ter intercurso sexual com penetração da equação sexual, no entanto, é importante formar laços íntimos através de outras opções de intimidade sexual.

 

Participar Do Fórum

Uma outra maneira de ajudar no processo é participar do fórum do vaginismo. Os homens podem ler sobre as dificuldades de outros casais para terem um maior entendimento dos obstáculos e sentirem-se incentivados ao lerem sobre as vitórias de outras pessoas.

 

Não Se Tornar Passivo Demais

Há uma tendência para os homens com mulheres que têm vaginismo de se tornarem passivos demais e “enterrarem” sua natureza sexual e desejos para ter intimidade. Quando as tentativas de consumar o relacionamento ou de criar intimidade sexual não dão certo e causam ansiedade ou tristeza contínuas às suas mulheres, há uma tendência natural de enterrarem estes desejos para evitar ainda mais dor. Se os homens se tornam passivos demais, eles podem não lutar pelas suas próprias necessidades e, se continuarem assim, podem permitir que suas mulheres procrastinem no tratamento e isso aumentará os problemas do relacionamento. Recomendamos que os homens tentem, de maneira calma mas firme, incentivar suas mulheres para que elas sigam em frente com o tratamento. Os homens também precisam lutar pelas suas próprias necessidades e insistir numa resolução do componente sexual para o relacionamento funcionar adequadamente a longo prazo. Como o tratamento do vaginismo tem excelentes resultados, é desnecessário que os homens assumam uma posição de sofrimento e sacrifício para o resto da vida. Em geral, os casamentos sem sexo pesam muito no casal e normalmente resultam em relacionamentos fracassados e/ou em dano emocional se nada for feito para restaurar o componente sexual e trazer a cura. Por estes motivos, sugerimos que os homens assumam responsabilidade e continuem, de maneira leve, lutando pela restauração.

 

Um Futuro Positivo

Felizmente, o vaginismo é uma disfunção que tem soluções positivas de tratamento (diferente de outras disfunções debilitantes com poucas opções de tratamento). Os casais ficam animados quando chegam no final do tratamento, e quando a dor e os problemas com a penetração já não são mais problemas. Para casais que nunca haviam consumado o relacionamento, passar de intercurso sexual impossível para intercurso sexual completo e sem dor é um resultado normal e realista.

Passar pelas dificuldades do vaginismo pode testar um relacionamento, mas passar pelo tratamento juntos também pode fortalecê-lo. Incentivo, amor, paciência e comunicação ajudam muito a sustentar relacionamentos. Ao superar isso juntos, os casais podem começam novamente, criando novas experiências sexuais prazerosas e tendo um relacionamento fortalecido como consequência.

Pin It on Pinterest

Share This