Se não tenho marido ou namorado, ainda assim posso superar o vaginismo completamente?

Se não tenho marido ou namorado, ainda assim posso superar o vaginismo completamente?

 

O tratamento do vaginismo pode ser realizado sem parceiros, até o ponto da mulher estar pronta para a transição ao intercurso sexual.

Estar sozinha e ter que lidar com o vaginismo pode ser desanimador e solitário. O constrangimento e a vergonha de ter a disfunção sexual leva muitas mulheres a sofrerem em silêncio e evitarem relacionamentos e contatos futuros com homens. Muitas mulheres sem parceiros se perguntam se o vaginismo pode ser superado sem um parceiro e acham que existe pouca esperança devido ao fato de estarem sozinhas.

Felizmente, o tratamento do vaginismo pode ser realizado sem parceiros, até o ponto da mulher estar pronta para a transição ao intercurso sexual. Embora o vaginismo não seja considerado totalmente resolvido até que ocorra intercurso sexual sem dor, as mulheres podem fazer todos os exercícios que as levariam até este ponto. Elas podem seguir o programa sozinhas, sem parceiros.

A conclusão de todas as etapas pré-intercurso sexual do programa, enquanto sem parceiros, ajuda as mulheres a entrarem em relacionamentos novos com mais auto-confiança e segurança, além da certeza de que não serão derrotadas pela disfunção restrita fisicamente do vaginismo. Namorar não é mais repleto de preocupações sobre o vaginismo e a inevitabilidade da derrota sexual que surgiria com um relacionamento mais sério. No final do tratamento, as mulheres sem parceiros relatam que sentem uma auto-confiança renovada e um senso de liberdade geral que elas nunca tiveram antes. O romance pode, na verdade, ser uma experiência positiva e maravilhosa ao invés de uma antecipação de desilusão perturbante e desencorajadora.

Para ajudar com o encorajamento e as questões emocionais, sugerimos que as mulheres sem parceiros procurem algum tipo de apoio no início do tratamento do vaginismo. Recomendamos que pensem em participar de um grupo de apoio online e/ou em procurar a assistência de um terapeuta ou um profissional de saúde compassivo e experiente. Um bom lugar para começar é o nosso fórum online (os kits de autoajuda vêm com um passe) onde há mulheres sem parceiros que se ajudam mutuamente através de apoio e encorajamento.


 

Veja Também

Pin It on Pinterest

Share This